domingo, 11 de novembro de 2007

Os menores contos do blog - 2º parte

A participação continua...


EIS UM CAMINHO DENSO
JUNTO DESSA FORÇA QUE EMANA
E EMBORA DEMASIADO SENSO
POR HORA PAREÇA TENSO
TRAZ PRAQUELE VELHO LENÇO
A CAPACIDADE DE SER BANDANA.

Graça Passos




Vejo através das molduras,
Na janela,fragmentos da minha vida,
Espalhados no jardim,
No silêncio dos objetos,
do balanço,inatos,compondo a paisagem,
A luz do inverno,
leve e fria,
iluminando minhas memórias,
ecos de sorrisos e estórias,
contadas na mesa do jantar,
imagens que saltam ao rever o jardim silencioso,
um passado espalhado através da janela,
lugar seguro onde olhar para fora,
e ao mesmo tempo para dentro,
o jardim com suas cores e tonalidades,
de um verão esquecido.......

Alan Nielsen
www.alannielsen.com


Graça e Alan, obrigada de coração pela bela participação de vocês.

E que venham mais colaborações!

Um comentário:

Farelo Martinez disse...

Olá, Orieta!

Se gostar, pode publicar.

Beijos!



Olhou para baixo Valadão e esticou a perna direita para encontrar alguma satisfação ao observar o sapato adquirido na noite anterior. Brilhava o sintético pobre suficiente para os próximos três meses de labuta.
Dou outro lado da mesa, duas moças: a de óculos, balsaquiana; a morena, 19 aninhos, primeiro emprego.
Valadão coçou o grisalho sobre a orelha, achou-se um velho decadente iniciando um medíocre emprego ao lado das duas, todos em treinamento.
Eis que passa uma vendedora ruiva, alta, com batom vermelho, desfilando entre os armários e jogos de cozinha da loja de departamentos. Sorri para Valadão. Ele sonha... e esquece a situação desconfortável de minutos atrás.

Farelo Martinez
http://sociologiaindependente.zip.net